06/07/2024
CULTURA

 

125 projetos de escolas da rede estadual são selecionados no Programa de Bolsas de Iniciação Científica Júnior


Despertar a vocação científica e incentivar potenciais talentos entre estudantes regularmente matriculados em cursos técnicos de nível médio ofertados no âmbito do programa “Seduc Tec", mediante participação em atividades de pesquisa científica ou tecnológica, orientadas por docentes, nas escolas de Ensino Médio da Rede Pública Estadual de Ensino, são os objetivos do Programa de Bolsas de Iniciação Científica Júnior (PIBIC-Jr). A parceria entre a Secretaria de Estado da Educação do Piauí (Seduc-PI) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí “Professor Afonso Sena Gonçalves” (FAPEPI) selecionou 125 projetos científicos de escolas da Rede Pública Estadual.

Serão destinados recursos financeiros oriundos da Seduc no valor global de R$ 2.750.000,00 (dois milhões setecentos e cinquenta mil reais), distribuídos em R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais) destinados ao pagamento de 500 cotas de bolsas de PIBIC-Jr aos estudantes (distribuídas em 125 projetos), no valor mensal de R$ 300,00 (trezentos reais), por um período de 10 meses; e R$ 1.250.000,00 (um milhão duzentos e cinquenta mil reais) destinados ao pagamento de 125 cotas de bolsas para professores no valor mensal de R$ 1.000,00 (mil reais), por um período de 10 meses.

Foram contempladas 105 escolas de 56 municípios dos 12 territórios de desenvolvimento do Piauí. Das 279 propostas apresentadas, 125 foram selecionadas. Os projetos de pesquisa contemplam 4 eixos temáticos: Agro (agropecuária, agroecologia e agroindústria); Meio Ambiente (controle ambiental e ecoturismo); Tecnologia da Informação (marketing digital, jogos para internet e desenvolvimento de sistemas); e livre.

WhatsApp Image 2024-05-31 at 13.23.17.jpeg

No Centro Estadual de Tempo Integral (CETI) Inês Maria de Sousa Rocha, localizado no município de Piracuruca, 5 projetos científicos foram selecionados. O gestor da escola, Gilvan Fonteles, reforçou as expectativas para o desenvolvimento dos projetos aprovados. “Estamos muito felizes com essa aprovação. Pela primeira vez estamos vendo um projeto específico para a área de iniciação científica. A Seduc tem sido muito assertiva em suas ações e isso é muito importante. Esperamos ter êxito ainda maior com a execução desses 5 projetos dentro da escola”, afirmou o diretor.

Josiel Cardoso, estudante da 2ª série do Ensino Médio do CETI Augustinho Brandão, em Cocal dos Alves, apresentou a proposta ligada ao eixo da tecnologia que foi aprovada no programa. O projeto se baseia em um software que vai catalogar os livros de uma biblioteca e controlar o empréstimo e a devolução dos mesmos, dentro do ambiente escolar.

“Saber que o nosso projeto foi selecionado para receber a bolsa do PIBIC-Jr é muito gratificante, pois demonstra que todo esforço para o desenvolvimento dele valeu a pena”, disse o adolescente

Mais um dos projetos selecionados do CETI Augustinho Brandão consistiu na produção de uma chocadeira elétrica, que tem todas as condições para a eclosão dos ovos que serão reproduzidos dentro da chocadeira, com alguns tipos de sensores, circuitos integrados e Arduino.

“Foi um sentimento de vitória ter conseguido essa bolsa para os nossos alunos. O nosso objetivo foi pensar em um projeto que os estudantes sentissem interesse em trabalhar para gerar uma renda extra para eles. Por isso a produção do pintinho de galinha caipira, que tem uma boa venda na nossa região”, ressaltou o professor orientador do projeto, Dennys Brandão.

Em Barras, o CETI Nossa Senhora da Conceição teve o projeto sobre o uso da linguagem literária no marketing digital aprovado. A proposta consiste em uma pesquisa nas mídias digitais a respeito do uso dessa linguagem nas propagandas, seus efeitos, alcance e até que ponto ela influencia no marketing.

“O sentimento é de satisfação. Estou muito feliz pela oportunidade de realizar esse trabalho e também pelos jovens que foram selecionados para a realização da pesquisa. O que eu desejo é que esses jovens possam ser multiplicadores desse pensamento de proatividade, engajamento e responsabilidade”, disse a professora orientadora, Graça Alves.

O Secretário de Estado da Educação, Washington Bandeira, destaca que o programa é mais uma oportunidade para os estudantes da rede estadual abraçarem a área científica e estudos técnicos. “Os nossos estudantes são brilhantes e estão de parabéns por terem seus projetos selecionados. Essa é mais uma oportunidade que está sendo dada aos alunos para eles terem uma assistência estudantil, com uma bolsa, vinculada à educação e à pesquisa nas áreas dos cursos técnicos que eles estão desenvolvendo dentro das escolas de tempo integral", declarou Bandeira.

 

piauidobem.com (c) 2017 - Todos os direitos reservados.